Notícias

CEO da Nutanix: “Toda infraestrutura será hiperconvergente em 3 anos”

A Nutanix quer dominar o mundo da hiperconvergência da infraestrutura e dos produtos definidos por sofware. Criada em 2009, a empresa de software de cloud computing que aposta na hiperconvergência (HCI, ou Hyperconverged infrastructure) para simplificar a infraestrutura de computação e armazenamento abriu seu capital há um ano e hoje vale cerca de US$ 2,2 bilhões, depois de ter captado US$ 278 milhões em seu IPO.

Um dos fundadores da Nutanix, Dheeraj Pandey, atualmente CEO e chairman da companhia, concedeu uma entrevista exclusiva à CIO India no final de outubro. Pandey fala sobre o primeiro ano da Nutanix como empresa de capital aberto, o futuro da nuvem corporativa, os concorrentes, o crescimento da hiperconvergência e a inteligência artificial nas empresas.

Pandey acredita que a nuvem já não é mais um mito no ambiente corporativo e que o hardware proprietário está praticamente morto. Para o fundador da Nutanix, tudo pode ser, realmente, definido por software e em 3 anos toda infraestrutura será hiperconvergente. Ele desafia os concorrentes: “nuvem híbrida não é fácil”.

Abaixo você confere os melhores trechos da entrevista com Dheeraj Pandey, CEO da Nutanix:

CIO India: A adoção da hiperconvergência nas empresas acelerou mais em dois anos?

Dheeraj Pandey: A adoção da HCI sem dúvida tem sido muito rápida. É provavelmente a arquitetura de mais rápido crescimento na história da indústria de TI – mais que cliente-servidor, mais que a plataforma x86, mais que a virtualização. Quando a VMware era do nosso tamanho, eles mal conseguiam tocar nos workloads de Oracle e SAP. A Nutanix hoje carrega toneladas de workloads de SAP e Oracle na infraestrutura de nossos clientes. Estamos mirando o coração das corporações e nosso time está sabendo transformar de forma simplificada a velha infra de TI em uma plataforma Nutanix de nova geração. Boa parte das companhias da lista das 500 maiores está olhando para instalações de Nutanix rodando SAP. Isso nunca aconteceu quando os paradigmas do mundo da tecnologia mudaram há dez anos.

CIO India: Mas há muita confusão em torno do que vem a ser HCI, especialmente com tantos players de tech correndo atrás da hiperconvergência, como CISCO, HPE, Dell e Lenovo?

Dheeraj Pandey: Sempre que algum novo conceito ganha credibilidade no mercado, especialmente em um mercado tão veloz quanto o de tecnologia, aparecem concorrentes querendo morder os calcanhares do líder. Em 2011, todos tinham certeza de que a Apple jamais causaria problema no mercado corporativo. Os gigantes do mercado tradicional de PCs corporativos fizeram tablets com Palm OS, HP WebOS, Cisco Cius, só para citar alguns. A Dell tentou fabricar smartphones…

Quando alguma coisa chama atenção e um líder cria mercado, os seguidores vão atrás acreditando que eles têm controle das coisas. Mas não é assim que os consumidores e as empresas jogam hoje. A cloud trata de uma consumerização massiva da corporação. As empresas não olham mais para os fornecedores tradicionais acreditando que aquele que entregou um servidor no ano anterior vai ser capaz de entregar a cloud no ano seguinte.

Continue lendo.