Notícias

Saiba quais serão as seis áreas de TI mais valorizadas em 2015

Por CIO.com

Quais habilidades os profissionais de TI deveriam acrescentar em suas “caixas de ferramentas” nos próximos doze meses? Para descobrir a resposta a essa pergunta, a CIO.com indagou especialistas e tentou direcionar o comportamento e interesse das organizações na busca por colaboradores – indicando quais serão mais procurados e bem pagos. A ideia, com isso, é também ajudar no direcionamento da carreira para o médio e longo prazo.

David Foote, analista e líder de uma consultoria que leva seu sobrenome, preparou um questionário e coletou informações junto a 734 profissionais. Abaixo, ele lista as áreas mais valorizadas no próximo ano.

1. Nuvem – A adoção tecnologias em nuvem segue uma escalada constante. Aos poucos, o modelo passa a uma posição de protagonista dentro das organizações, com algumas consultorias indicando que cloud já faz parte da rotina de 90% dos departamentos de TI mundo afora.

“As empresas descobriram, de fato, a computação em nuvem há cerca de quatro anos e o contexto tem sido volátil desde então. Agora: as companhias vão continuar a investir em cloud? A resposta é ‘sim’”, enfatiza Foote, reforçando que trata-se de uma área que puxará a contratação de pessoas que tenham talento e habilidade nesse quesito.

2. Arquitetura – À medida que novos conceitos avançam, as estruturas organizacionais e sistêmicas ganham ainda mais complexidade. Com isso, as companhias passam a se preocupar mais em criar uma arquitetura eficiente que permita adicionar valor e velocidade a operações.

“Sabemos que muitas empresas estão transformando suas estruturas e arquiteturas tecnológicas de maneira intensa. Nesse caso, tem contratado muitos arquitetos para os processos de reestruturação de negócios e isso é algo que não pode ser ignorado”, direciona o especialista.

3. Big data – Extrair inteligência de grandes volumes de dados é atrativo às organizações por diversos motivos. Infelizmente, algumas empresas mergulharam nas promessas do hype no passado e não colheram os benefícios apontados – o que as fez adotar uma postura mais conservadora.

Contudo, com o amadurecimento e solidificação do conceito, a habilidade em big data retoma importância para as companhias, acredita Foote, que espera crescimento significativo na contratação/valorização de profissionais com esse perfil em 2015.

Logo, adicionar conhecimentos nessa frente ao seu currículo, muito provavelmente, fará de você um profissional mais valorizado.

4. Design de aplicação – Desenvolvimento de aplicações segue como uma área quente. A demanda toca profissionais com habilidade de criarem sistemas tanto para dispositivos móveis quanto para computadores “tradicionais”. Para não ficar em um discurso muito vago, Foote sugere duas frentes para direcionar o foco: JavaFX e interface/experiência dos usuários. As organizações tendem a alavancarem suas estratégias digitais no futuro, o que demandará pessoas com conhecimento em design.

5. Segurança – Os acontecimentos de 2014 ligaram sinais de alerta nas empresas para o próximo ano. A lista de companhias atacadas por cibercriminosos traz nomes como Sony, eBay e Target. “Segurança é uma habilidade em ascensão”, comenta o especialista, prevendo que o tema chegará ao mainstream ainda em 2015.

6. Gestão, processo e metodologia – Saber elementos de gestão de projetos figura como um elemento fundamental nas tarefas de TI. O especialista avalia que essa continuará sendo uma habilidade valorizada no próximo ano. O mesmo vale para o conhecimento de algumas metodologias que ajudem a garantir entregas e melhorias nas operações de tecnologia.