Notícias

Startup brasileira fica em 2º lugar em competição global do MIT

Empresa mineira I2O participou da edição deste ano do MIT Global Startup Workshop, realizado na Guatemala

A startup mineira I2O, sigla para Industrial Intelligence Online, ficou em segundo lugar na competição global promovida pelo MIT – o MIT Global Startup Workshop.

Nesta edição, o evento aconteceu na universidade UFM, na Guatemala entre os dias 25 e 27 de março e contou com três dias de duração. Palestrantes como Tim Draper, fundador da Draper University no Vale do Silício e Slava Rubin, fundador da plataforma de crowdfunding Indiegogo integraram a programação.

Durante o evento ocorre o Business Plan Competition, onde uma seleção de oito startups do mundo todo apresentam seus negócios e competem entre si por um prêmio de 10 mil doláres.

A startup I2O é uma empresa focada em monitoramento industrial e surgiu como spin-off da GTC Automação, empresa de desenvolvimento de soluções industriais em hardware e conta com cinco anos de mercado.

“Nosso objetivo é apoiar gestores de linhas de produção a localizarem oportunidades de ganho de produtividade e redução de custos em sua indústria, bem como transformá-los em resultados concretos”, explica João Marinheiro, sócio fundador e responsável pela área de negócios da I2O.

Segundo Marinheiro, um dos destaques da empresa é a rápida instalação da solução: “instalamos em poucos dias e é cobrada uma mensalidade pelo serviço somente após o início de fornecimento de dados”, garante.

O modelo de negócio não se baseia na venda de hardware nem licença de software, e sim na venda de assinatura da solução completa de monitoramento industrial, que contempla a instalação de hardwares em comodato, armazenamento e processamento de dados na nuvem e relatórios web.

“Nos próximos meses iremos compartilhar detalhes técnicos do nosso projeto em busca de apoio para desenvolvimento, já é alta a probabilidade, por exemplo, de termos alunos do MIT vindo fazer estágio na nossa startup patrocinados pela Universidade”, explica Gustavo Garcia, sócio fundador responsável pelo desenvolvimento de software.